03 fevereiro, 2009
Verdade seja dita: por pior que esteja, pode piorar. Mas pode estar pior, há sempre de passar. Os problemas trazem egoísmo, cegueira, desconforto e um tanto de pessimismo... nunca fui muito fã de pessoas otimistas demais... pessoas assim sempre acabam me sugerindo hipocrisia e efusividade, por mais que realmente sejam cheias de boas intenções. *corre e abraça a árvore, sakoé?*

O fato é que acabei me fechando geral, e permaneceram quem realmente quis permanecer. Por vontade própria. E esses se preocupam de verdade, cada um a sua maneira, mas é sincero. Isso que importa pra mim, agora principalmente.

Demorei 34 anos da minha vida pra notar que eu sempre me doei demais, e isso esgota a pessoa, cara. Eu ter PERCEBIDO isso já é um passo, não? Talvez dê algum click no futuro e eu me segure mais, sei lá. O fato é que essa sou eu, prazer. Sou a quem acredita em você, em tudo que você diz, até que me prove o contrário, confio em ti plenamente.

Mas veja o lado bom dessa merda toda que aconteceu comigo: me notei mais seletiva que eu era antes... É difícil sacar tudo isso de primeira.

Tipo, eu revendo a novela à tarde, superintendo a Heloísa. Sério mesmo. Esses dias ela disse que a irmã opera o câncer e passa. E ela? Operaria o quê? Pois. Soa muito egoísmo, as vezes é egoísmo mesmo, mas no que está errado?

Passei por muita coisa que foi entendida como frescura. "Ah, isso é bobagem" - ouvi isso um trilhão de vezes. Eu até entendo isso - e mais uma vez, fico naquela posição de "ó, te entendo"... Entendo que muitas coisas vista de fora, fica suave. Entendo que tem pessoa que caga e anda pro que pensam dela. Que quando falam assim: "Pára, esquece isso...", na verdade estão falando porque não tem nada mais concreto pra falar... É o mesmo quando as pessoas falam: "ah, que foda" ... elas não querem falar sobre o assunto, então encerra, que tá chato o papo e, definitivamente, o problema não são delas.

Mas a parte mais difícil, sem dúvida nenhuma, é voltar à vida e notar, de uma vez por todas, que se não somos pela gente, ninguém mais é, exceto por aqueles que são como você. "Semelhante atrai semelhante", já diria uma grande amiga minha.

E pra você, que sabe que é você, obrigada por segurar minha onda.

;)
 
da Polly Mattos | às 3:00 PM |


2 Comments:


At 4 de fevereiro de 2009 15:26, Blogger Leela

Eu te indiquei para um selo, passe no meu blog pra pegar, ok?

:)

 

At 6 de fevereiro de 2009 11:04, Blogger Leela

É assim que me sinto em relação à memes:"posto isso ou não? Hm... tá, só pra já não ser A chata de começo."

Engraçado como quem te leu, te conhece,né?

Beijo.

 


|